quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 | By: S.MairoN

Nao levaras o Sol nem as Trevas

 Meus olhos observam a perpetua dor de uma despedida de seres numa Eternidade!
Me pergunto:
- até onde nós fomos?
A distância será a solidão que separará você de si mesma.
A neblina cobre o céus nesta noite...
Em baixo desta árvore está escuro.
O coração estás gelado, a alma fria.
O sol nascerá novamente e Tu já terás partido e não levaras.. O Sol nem as Trevas...

S.M

2 comentários:

clarice disse...

amei *--*
adoro esse teu jeito de falar com tanta verdade,adoro essa tua inspiraçao pela dor.
Essa frase falou tudo "Meus olhos observam a perpetua dor de uma despedida de seres numa Eternidade ( ! )" , e como nós seres que vivemos na eterna felicidade nunca saberemos o qual grande e a dor de uma partida *-*, Tu és o Poeta perfeito (!)

Alma de Poeta disse...

Olá

Vim entrando no teu espaço...
"A distancia será a solidão que separará você de si mesma"...é sem dúvida uma forma incrivel de descrever um sentimento tão conhecido de muitas pessoas.

Parabéns pelo blog. Deixo um grande beijinho e desejo de um feliz 2011

Postar um comentário